CURSOS

O MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA DO ARTISTA INDEPENDENTE

O curso O Manual de Sobrevivência do Artista Independente é uma guia básico, gratuito e efetivo com noções importantes para se inscrever em editais e organizar portfólios, e conta ainda com pitadas sobre empreendedorismo pessoal e de como lidar com o mercado.   Esse curso é direcionado à artistas urbanos, grafiteiros, muralistas, artistas independentes, e qualquer outra pessoa que anseia em se inscrever em editais, e não sabe por onde começar, ou já se inscreveu e não deu muito certo.   ATENÇÃO: Esse é um curso sobre noções básicas, não sendo direcionado para quem já tem bastante experiência nos temas abordados.

LÁ NA FAVELINHA

Centro Cultural Lá da Favelinha é um ponto de resistência, criatividade e empreendedorismo importante para a cidade de Belo Horizonte. Localizado no Aglomerado da Serra, mais precisamente no Novo São Lucas, tudo começou quando Kdu dos Anjos, morador do aglomerado, iniciou uma oficina de MCs para jovens que moravam na sua comunidade. O projeto cresceu e não parou mais. Com biblioteca, enúmeras aulas, grupos de atividades artísticas diversas, gerenciamento de carreiras de artistas locais, realização de eventos diversos, tanto na comunidade como fora dela, além de colabs com marcas famosas, o centro cultural transborda com iniciativas que abrangem toda a cidade. Essa é uma oportunidade de conhecer e aprender em um território esquecido pelo poder público, mas extremamente fértil e vivo no que diz respeito à produção artística e resistência social. Escutar, enxergar e receber  em uma imersão em um espaço geográfico rico e único.

TRAVESSIA GASTRONÔMICA

Em parceria com Mário Santiago e Nenel Neto, do blog Baixa Gastronomia, o Instituto Amado apresenta o curso Travessia Gastronômica, uma proposta de redescoberta da culinária mineira, que hoje alcança destaque internacional.

Neste curso, através de uma caminhada pela cidade de Belo Horizonte, será explorada a história da gastronomia mineira, convidando o participante a conhecer estabelecimentos clássicos, mas muitas vezes nem tão conhecidos, e provar dessas comidas típicas.

Começamos às 9:00 da manhã com um café da manhã especial e falando um pouco sobre comida afetiva no Ateliê Santiago, que fica na Rua Santa Rita Durão, 1215, apartamento 302, e depois, por voltar das 10:00, partimos para conhecer mais 7 lugares especializados na gastronomia de Minas Gerais, do mais simples ao mais sofisticado. Em poucas palavras, será muita comida boa o dia inteiro.

Durante o trajeto, serão discutidas diversas temáticas, tendo sempre como ponto de partida a história da gastronomia mineira, e sua relação com a cidade de Belo Horizonte. A cada parada, além de provar pratos especiais, os donos do estabelecimento estarão presentes para contar um pouco dos seus caminhos.

*A alimentação em todos os lugares está inclusa no valor da inscrição. Contudo, bebidas ou outros consumos são pagos pelo participantes.

INHOTIM À DERIVA

Em parceria com o centro de arte e botânica Inhotim, o Instituto Amado apresenta o curso Inhotim à Deriva. Uma experiência de um dia explorando o museu a céu aberto, a partir de um olhar de quem estava lá antes de tudo, e acompanhou a construção desde o início.

Informamos que o ponto de partida será na sede do Instituto Amado, na rua Antônio de Albuquerque, 384, savassi, às 08:00, para pegarmos a van em direção ao Inhotim. Saímos por volta das 8:30.

Em companhia do guia Junio Cesar, iremos muito além de apenas visitar as obras, mergulhando na história do local, a partir de visitas à lugares normalmente não visitados e encontrando pessoas que fazem parte dessa história.

O passeio termina às 16:30, e em seguida iremos para um Happy Hour em um bar em Brumadinho.

A previsão de chegada em Belo Horizonte é às 19:00. Retornaremos para a Galeria quartoamado, mesmo ponto de saída.

*Estão incluídos o transporte, a entrada no museu e a visita guiada à Inhotim. A alimentação a ser consumida não está inclusa no valor do curso.

PEDALANDO PELOS MUROS

Pedalando Pelos Muros. Este curso conecta duas das nossas maiores paixões. Arte urbana e bicicleta. Construimos um percurso de 14km (bem leve – e devagar!) que perpassa por mais de 50 painéis em Belo Horizonte. Paramos em alguns marcos importantes; ruas prometidas, concentrações interessantes e lendas vivas.

.

Começamos às 09h com um piquenique/café da manhã especial. 10h partimos para a intrépida aventura de ver e assistir a murais inquietantes que a cidade pode fornecer. Pedalando com calma, em grupo, programamos uma série de paradas para discutir sobre as obras, seus temas e temáticas, técnicas e motivações.

.

São murais de artistas locais, brasileiros e gringos, espalhados por uma Belo Horizonte inquieta e imprecisa. Em cada parada falamos sobre os suportes, as arquiteturas e as apropriações do espaço urbano. O curso termina pelas 18h e seguimos juntos para um happy hour especial na cidade.

BELO HORIZONTE

Belo Horizonte, um curso de debates que teve uma primeira edição experimentada pela Galeria quartoamado, agora é retomado e intensificado pelo Instituto Amado. Cada tema, um encontro e uma sala de aula diferente. Lançando um olhar fresco e clínico sobre uma cena efervescente, política e calorosa que revoluciona cotidianamente nossa maneira de viver, habitar e construir a cidade que vivemos. Seja através da mobilidade, das ocupações sociais e culturais ou através do uso do nosso espaço público. Seja através da sexualidade, do gênero, da arte urbana, do pixo, do grafite, da música e dos novos negócios de economia criativa.